Setor de serviços de Florianópolis ainda não recuperou receita anterior à pandemia

por Grupo Editores Blog.

 

A arrecadação da Prefeitura de Florianópolis no segundo quadrimestre deste ano – entre maio e agosto – foi 10,35% superior à registrada no mesmo período de 2020.

 

Detalhando as receitas dos impostos, o IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano) ficou na liderança, com 45%. Em segundo, aparece o ISS (Imposto sobre Serviços), com 38%, e o ITBI (Imposto sobre a Transmissão de Bens Imóveis), com 17%.

 
 
Receita de ISS caiu desde o início da pandemia em Florianópolis – Foto: Ricardo Wolffenbüttel/Secom/Divulgação/ND

A queda dos valores do ISS, que vinha liderando entre 2017 e 2019, tem relação com a Covid-19, que diminuiu as atividades econômicas a partir de março do ano passado por conta das medidas restritivas.

 
 

“É uma demonstração de que o setor de serviços ainda precisa ser movimentado”, disse o secretário municipal da Fazenda, Constâncio Maciel, durante audiência pública da Câmara de Vereadores na última sexta-feira (8).

 

Segundo o secretário, na área da saúde foram aplicados R$ 197,4 milhões nesses quatro meses, sendo R$ 47,3 milhões em ações específicas voltadas ao combate da pandemia.

 

Fonte: https://ndmais.com.br/economia-sc/setor-de-servicos-de-florianopolis-ainda-nao-recuperou-receita-anterior-a-pandemia/

Você também pode se interessar por:

Deixar um Comentário