Edital ISS Rio Preto: PUBLICADO; São 10 vagas e inicias de R$13 mil.

 

Foram publicados os editais para o concurso da Prefeitura de São José do Rio Preto na manhã desta sexta-feira, 02 de agosto.

 

São 05 editais com diversas vagas e cargos, sendo um deles o Edital ISS Rio Preto, que oferece 10 vagas para o cargo de Auditor Fiscal Tributário Municipal.

 

Analisaremos o edital para este cargo em específico, com todas as principais informações sobre o concurso para te ajudar a garantir uma vaga.

Principais informações do Edital ISS Rio Preto

 

A Fundação Carlos Chagas – FCC – será a organizadora deste certame e as inscrições poderão ser realizadas a partir do dia 08 de agosto.

 

Remuneração e Requisitos do cargo

Para concorrer a uma das vagas será necessário Ensino Superior completo, em qualquer área, reconhecido pelo MEC.

 

A carga horária deste cargo é de 40 horas semanais e a remuneração inicial para o cargo pode chegar a mais de R$13 mil, descrita da seguinte forma:

 

Remuneração inicial de R$ 4.942,46 + Reembolso Transporte (valor máximo de R$ 1.425,03, se utilizado veículo próprio) + Adicional de Produtividade: R$ 2.633,29 + Adicional de Produtividade variável (R$ 3.745,79) + R$ 350,00 (auxílio-saúde) + R$ 400,00* (auxílio-alimentação)

 

*Valor do auxílio-alimentação: R$ 150,00 fixo e R$ 250,00 variável, conforme assiduidade. *

 

Segundo informações no Portal da Transparência da Prefeitura de São José do Rio Preto, as remunerações liquidas para o mês de fevereiro de 2019 variaram de R$ 7.940,84 a R$ 20.935,45.

 

Etapas e Fases do Edital ISS Rio Preto

O certame contará com uma etapa e contará com: Prova Objetiva e Prova Discursiva.

 

As provas serão realizadas no período da tarde e contarão com 5 horas para realização. Serão realizadas na Cidade de São José do Rio Preto/SP, no dia 20 de outubro

 

  • Prova Objetiva
    • Conhecimentos Gerais – 30 questões – Peso 1
    • Conhecimentos Específicos – 40 questões – Peso 3

 

  • Prova Discursiva: Estudo de Caso – 1 questão

 

Considerar-se-á habilitado o candidato que não zerar em nenhuma disciplina de Conhecimentos Gerais e que obtiver, simultaneamente:

 

a) no mínimo, 30% de acerto na prova de Conhecimentos Gerais,
b) no mínimo, 30% de acerto na prova de Conhecimentos Específicos.

Conhecimentos e Disciplinas do Edital ISS Rio Preto

Conhecimentos Gerais

  • Língua Portuguesa
  • Matemática Financeira
  • Direito Civil
  • Direito Penal
  • Direito Constitucional
  • Direito Administrativo

Conhecimentos Específicos

  • Finanças Públicas
  • Direito Tributário
  • Legislação Tributária Federal e Municipal
  • Contabilidade Geral e Avançada
  • Contabilidade de Custos
  • Auditoria

A Prova Discursiva – Estudo de Caso

 

Será aplicada no mesmo dia e horário das Provas Objetivas de Conhecimentos Gerais e Conhecimentos Específicos. Serão corrigidas as Provas Discursivas: Estudo de Caso dos candidatos habilitados e mais bem classificados na Prova Objetiva, na forma abaixo:

 

  • Auditor Fiscal Tributário Municipal – 200ª colocação

 

A Prova Discursiva: Estudo de Caso terá caráter eliminatório e classificatório e deverá ser rigorosamente observado o limite máximo de 30 (trinta) linhas . A questão será avaliada na escala de 0 a 10 pontos, considerando-se habilitado o candidato que tiver obtido, nota igual ou superior a 5 pontos.

Descrição e competências do cargo de Auditor Fiscal

 

Ao Auditor-Fiscal Tributário Municipal – AFTM compete exercer, privativamente, na Administração Tributária Municipal:

A tributação, fiscalização, constituição do crédito tributário mediante lançamento, arrecadação e cobrança administrativa de quaisquer espécies tributárias; o gerenciamento dos cadastros fiscais, das informações econômico-fiscais e demais bancos de dados de contribuintes, autorizando e homologando sua implantação e atualização; o gerenciamento do julgamento de processos tributário-fiscais na instância administrativa de sua competência; o acompanhamento dos repasses de tributos das esferas federal e estadual, bem como a fiscalização tributária estabelecida em convênio, dentro da sua jurisdição; o cargo de provimento em comissão relacionado com a diretoria e as funções de confiança gratificadas relacionadas com a chefia, assistência fiscal e inspetoria fiscal tributária da secretaria municipal da fazenda; (redação dada pela lei complementar nº 346, de 2.011); o planejamento da ação fiscal; a consultoria e orientação tributária; a emissão de pareceres conclusivos sobre regularidades ou irregularidades fiscais, relativos a estabelecimentos ou pessoas sujeitos à imposição tributária; exercer outras atividades correlatas à sua competência.

 

Fonte: Estratégia Concursos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *