Conheça as cidades mais inteligentes e modernas do nosso país.

 

As cidades mais inteligentes e modernas do nosso país são listadas frequentemente através das edições realizadas do “Ranking Connected Smart Cities”, o qual é um relatório elaborado pela empresa de consultoria Urban Systems que avalia, a partir de vários indicadores, quais os espaços urbanos mais qualificados em termos de tecnologia, conectividade e inteligência no Brasil.

 

Você tem curiosidade para saber quais são as cidades mais inovadoras e conectadas em todo o território nacional? No texto a seguir, apresentaremos quais os resultados trazidos pela pesquisa. Acompanhe a leitura e confira!

 

As “smart cities” do contexto brasileiro

 

Com o intuito de avaliar os espaços urbanos, o Ranking Connected Smart Cities levou em conta uma multiplicidade de indicadores e variáveis para quantificar os aspectos de inovação, tecnologia e de modernidade de cada cidade analisada.

 

Estes critérios estudados são as questões de urbanismo, a educação e a segurança que os municípios proporcionam, a gestão econômica municipal, a quantidade e a qualidade do empreendedorismo em cada local, o aspecto da mobilidade urbana e a governança política exercida nos espaços avaliados.

 

Na edição do ranking realizada em 2019, o qual foi divulgado no dia 17 de setembro, pela primeira vez desde sua criação uma cidade que não é capital aparece em primeiro lugar. A primeira posição ficou para Campinas, no interior do estado de São Paulo.

 

Na lista abaixo, colocamos na íntegra o resultado dos 10 primeiros espaços urbanos avaliados e divulgados pelo Ranking Connected Smart Cities realizado na edição de 2019:

 

1 – Campinas – São Paulo

2 – São Paulo – São Paulo

3 – Curitiba – Paraná

4 – Brasília – Distrito Federal

5 – São Caetano do Sul – São Paulo

6 – Santos – São Paulo

7 – Florianópolis – Santa Catarina

8 – Vitória – Espírito Santo

9 – Blumenau – Santa Catarina

10 – Jundiaí – São Paulo

 

Ao longo da edição feita neste ano, foram utilizadas pela empresa de consultoria Urban Systems algumas variáveis novas; entre elas, destaca-se a porcentagem da integração de forças nas áreas de tecnologia e comunicação, e também a porcentagem representada pelas áreas de educação e pesquisa.

 

Os indicadores, no entanto, não param por aí: ao total são analisadas aproximadamente 77 variáveis, as quais são subdivididas por temas em 11 tópicos distintos.

 

Essa nova abordagem favoreceu a colocação da cidade de Campinas em primeira posição, uma vez que este espaço urbano é conhecido por ser um polo educacional e tecnológico de referência em todo o Brasil. Lá, existe a Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP) e a Pontifícia Universidade Católica (PUC), as quais contribuem bastante para o desenvolvimento tecnológico e social da cidade e da região.

 

A cidade oferece todo o suporte e a infraestrutura necessária para a atuação de profissionais da área de tecnologia. Aproximadamente 5% dos empregos formais em Campinas são voltados para pessoas que atuam no setor de Tecnologia da Informação.

 

Em Campinas, cerca de um quarto dos empregos gerados são ocupados por pessoas que possuem formação em instituições de ensino superior, o que aumenta significativamente a qualidade do mercado de trabalho e contribui para os aspectos de inteligência e a modernidade do espaço urbano em questão.

 

Fonte: Editores Blog.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *