Associação de juízes vai ao Supremo contra reforma da Previdência.

 
 
 
O percentual sobre o salário alcançará 22%. A entidade vê quebra de isonomia com juízes estaduais, que não entraram na reforma e continuarão pagando contribuições menores.
 
 
A Ajufe também quer derrubar a possibilidade de anular aposentadorias já concedidas com base apenas em tempo de serviço, sem levar em conta a idade mínima.
 
 
Fonte: O Antagonista.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *