A OPORTUNIDADE DE INCREMENTO PIB ATRAVÉS DE CIDADES INTELIGENTES.

 

As cidades inteligentes se caracterizam pela gestão centralizada em apenas uma plataforma tecnológica. Desse modo, a administração dos serviços públicos pode ser realizada de forma otimizada.

 

Uma cidade inteligente não apenas preza pela eficiência na aplicação de recursos, como também é orientada para a sustentabilidade ambiental e a qualidade de vida da população.

 

Além disso, problemas comuns ao meio urbano – mobilidade, infraestrutura, entre outros – e que representam grandes desafios para a sociedade moderna, podem ser resolvidos com o uso da tecnologia em cidades inteligentes.

 

Entenda, a seguir, porque a implementação de uma cidade inteligente representa um grande potencial para o crescimento da economia e elevação do PIB.

 

Como as cidades inteligentes podem aumentar a qualidade dos serviços públicos e incrementar o PIB?

 

De acordo com o ESI ThoughtLab, as iniciativas para implementar recursos tecnológicos no meio urbano têm o potencial de contribuir para o crescimento de 21% do PIB em até 5 anos.

 

Além disso, seguindo a mesma tendência, é esperado que haja um crescimento populacional de até 13% em cidades que iniciaram a transição para uma sociedade digital.

 

Tornar os grandes centros urbanos mais inteligentes e sustentáveis do ponto de vista tecnológico e ambiental não é apenas vantajoso, mas necessário para atrair investimentos, novos moradores e turismo.

 

Portanto, quanto mais cedo for iniciado o processo de transição para uma sociedade digital, mais rapidamente os benefícios em crescimento econômico e geração de valor para a população podem ser alcançados.

 

O caso da Estônia

 

A Estônia, pequeno país da Europa, pode ser utilizada com referência quando se trata de cidades inteligentes. Os cidadãos estonianos só precisam se deslocar até os órgãos públicos para assinar documentos de transferência de imóveis, casamento ou divórcio.

 

Qualquer outra burocracia pode ser resolvida por meios digitais. O país adotou o Registro Geral digital com o qual é possível acessar qualquer serviço governamental.

 

Além de economizar os recursos públicos, a implementação de processos e gestão inteligentes aumentou a qualidade de vida e satisfação dos habitantes.

 

Mas nem sempre foi assim: em 1990 o PIB da Estônia era muito inferior ao da Finlândia. Somente após uma série de transformações sociais e econômicas e muito investimento em tecnologia o país conseguir se tornar modelo de sucesso como sociedade digital.

 

Quais são os planos para a implementação de cidades inteligentes no Brasil?

 

No cenário brasileiro, é possível apontar algumas cidades que se tornaram mais inteligentes nos últimos anos e que representam grandes potenciais de desenvolvimento. Santos, Porta Alegre e Curitiba são as que demonstram transição mais significativa, com maior destaque para a terceira.

 

O que torna essas localidades exemplos de cidades inteligentes são as iniciativas governamentais de incentivo à inovação tecnológica e ao empreendedorismo, além da promoção de políticas públicas e mobilidade eficiente.

 

Plano Nacional para o desenvolvimento de IoT

 

Em nível nacional, há o Plano Nacional de Internet das Coisas, desenvolvido pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações em conjunto com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social.

 

A iniciativa tem como objetivo fomentar a inovação, conectividade e integração internacional. O documento ainda está sendo desenvolvido e será concluído até o final de 2019.

 

O plano representa um avanço nas políticas públicas nacionais de investimento em tecnologia e, certamente, contribuirá para o crescimento econômico brasileiros e incremento do PIB nos próximos anos.

 

Outras referências utilizadas:

Smart Cities World – https://www.smartcitiesworld.net/news/news/smart-cities-report-forecasts-trillions-in-economic-growth-2528

https://www.smartcitiesworld.net/news/news/how-smart-city-investment-can-unlock-economic-growth-3566

ESI Thought Lab – https://econsultsolutions.com/esi-thoughtlab/smarter-cities-2025/

 

Fonte: Editores Blog.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *